Você está aqui

Beghin, Ivan (1932 - 2015)

Social Media: 

Médico, pesquisador e pensador devotado à Nutrição Social, Ivan Beghin nasceu na cidade de Gent, em 24 de março de 1932 e faleceu em Bruges, 16 de abril de 2015. 

Poucos anos depois de sua graduação em Medicina, se tornasse consultor das Nações Unidas (World Health Organization) para a área de nutrição. Nesta condição trabalhou no Haiti (1960-1965), onde aplicou pioneiramente, um esquema até então teórico, definindo papéis de hospitais, centros de educação e recuperação nutricional (CERN) e serviços ambulatoriais no tratamento de formas graves, moderadas, leves e situações de risco de desnutrição. Trabalhou em nível central (Nova York e Washington) em 1966, antes de vir para o Brasil (Recife, entre 1967 e 1971).

No Brasil, o Prof. Beghin ampliou sua experiência, tendo um papel fundamental na formação de recursos humanos para a rica experiência do II Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (II PRONAN), principalmente no setor saúde, aplicando as experiências da Unidade de Campo do Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Pernambuco, em Ribeirão, na Zona da Mata de Pernambuco. Chefiou a Divisão de Saúde Pública do Institute of Nutrition of Central America and Panama (INCAP - Guatemala), formando lideranças técnicas para implantar e avaliar programas de Nutrição na América Latina e Caribe. Trabalhou em Londres, antes de voltar a sua pátria (1978-2010), 

Beghin Ivan A Guide to Nutritional AssessmentJunto com sua esposa Helène aqui criou seus filhos por quase uma década (hoje, filhos e netos residem no Brasil). De volta à Bélgica lecionou no Instituto de Medicina Tropical da Antuérpia, foi consultor da Organização Mundial da Saúde, membro da Royal Academy of Overseas Sciences e da organização não governamental Nutrition Tier Monde. Uma de suas obras mais citadas é: “A guide to nutritional assessment” publicado pela Organização Mundial da Saúde e traduzido em outros idiomas.

No Brasil guiou e inspirou inúmeros profissionais, gestores, pesquisadores e professores em políticas públicas de Alimentação e Nutrição, do seu modo generoso, interessado de fato pelo crescimento do outro, como um verdadeiro mestre deve ser. Contribuiu para formar uma escola de profissionais brasileiros preocupados com a Nutrição em todas suas dimensões: social, humana e política.

Fontes: