Você está aqui

Jardins do Instituto Biológico de São Paulo

Location: 
Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252, São Paulo - São Paulo
Jardins Instituto Biologico SP planta Arsène Puttemans
Tipologia: 
O Instituto Biológico de Defesa Agrícola e Animal foi criado em 26 de dezembro de 1927 pelo governo do Estado de São Paulo. Logo tornou-se um centro de pesquisa e discussão da ciência e referência para todos os pesquisadores do Brasil nos campos da Biologia, Microbiologia, Botânica, Zoologia, Medicina, Veterinária, Anatomia, Química e Farmacologia. O Instituto Biológico era formado por duas grandes divisões: Divisão Animal e Divisão Vegetal.

A construção do edifício, do arquiteto Mário Whately, começou em 1928 em um terreno doado pelo governo do Estado e só foi inaugurado em 25/01/1945. O edifício tem seis pavimentos, 60 metros de frente, 45 metros de fundo e 33 metros de altura, situado à frente de um parque de 332.000 m², dos quais 23.9000 m² destinados ao edifício principal e 93.000 m² reservados para o campo experimental de Biologia Vegetal.Os jardins do Instituto Biológico de São Paulo foram desenhados pelo arquiteto-paisagista belga, Arséne Puttemans.

.Jardins Instituto Biológico SP - Planta Arsène Puttemans

A planta original - sem data -, que encontra-se acima, foi provavelmente nunca realizada. Não há vestigios da criação dos dois lagos. Na década de 1950, a aréa do lado acima da Avenida Brasil (atual Avenida 23 de Maio) foi ocupada pelo Parque Ibirapuera,  inaugurado em 21 de agosto de 1954 para a comemoração do quarto centenário da cidade de São Paulo. E a outra parte pelo Detran, atual Museu de Arte Contemporânea (MAC USP). Na área oval foi plantado, em 1956, um cafézal que até hoje produz café. A imagem do Google Maps (virado para ter a mesma orientação que a planta de Puttemans) abaixo mostra que os traços principais da planta de Arsène Puttemans, entre a Avenida Brasil e a Avenida Conelheiro Rodrigues Alves, sobreviveram ao tempo.

Instituto Biologico GoogleMaps

Segunda Márcia Maria Rebouças, do Centro de Memória do Instituto Biológico, os vitrais do hall do edificio central vieram da Bélgica. Posteriormente foram trocados por blocos de vidro. Infelizmente ainda não foram encontradas imagens e detalhes sobre a origem destes vitrais originais.

Fonte:

  • Email de Márcia Maria Rebouças - Centro de memória do Instituto Biológico - 28/04/2016
  • Entrevista com Márcia Maria Rebouças - 02/06/2016 -para Marc Storms
  • Álbum Histórico do Instituto Biológico: 86 Anos de Ciência em Sanidade Animal e Vegetal. - São Paulo, novembro de 2013.