Você está aqui

Ladrilhos hidráulicos belgas na Casa das Rosas (São Paulo)

Location: 
Avenida Paulista 37 , São Paulo - São Paulo
São Paulo Casa das Rosas Ladrilhos belgas
Tipologia: 

A Casa das Rosas foi projetada em 1927-1928 pelo Ramos de Azevedo, para residir a sua filha Lúcia, recém casada com o engenheiro Ernesto Dias de Castro. Depois da morte de Ramos de Azevedo em 1928, a construção foi supervisada pelo arquiteto Felisberto Ranzini que trabalhou no Escritório Ramos de Azevedo. Em 1937 mudou a família Dias de Castro para a Casa das Rosas. A bela casa, hoje referência na vida do paulistano, foi uma das últimas construções realizadas na avenida. Hoje funciona como Espaço Haroldo de Campos de Literatura e Poesia (www.casadasrosas.org.br)

Com estilo arquitetônico francês, seus 30 cômodos foram construídos e mobiliados com material de primeira qualidade, sendo a maioria deles, importados da Europa. A entrada é de mármore e pedra italianos, os ladrilhos hidráulicos, vidros e cristais são belgas, as ferragens inglesas e escocesas.

Um enorme vitral colorido, assinado por Carlos Sorgenicht, decora o hall de entrada. Seus pavimentos se dividem em térreo, mansarda, primeiro andar e porão.

Casa das Rosas Ladrilhos belgas

O jardim, inspirado no Palácio de Versalhes, abriga o famoso roseiral, origem do nome da casa e uma de suas atrações. 

Infelizmente os vidros e cristais belgas não se encontram mais na Casa. Ao contrário, sobreviveram os ladrilhos hidráulicos belgas com quais o terraço do térreo e superior estão revestidos, assim como a sala de almoço dos empregados, a copa e o banheiro do térreo. 

O Belga Mario Baeck, que entre outros títulos é editor do periódico da Tiles & Architectural Ceramics Society (TACS) e editor do boletim do Círculo de Azulejos Cerâmicos Europeu (E.C.T.C. ou EUROPEAN CERAMIC TILES CIRCLE), confirmou que os ladrilhos são belgas de providência de "Gilliot & Cie" de Hemiksem.

Casa das Rosas Ladrilhos belgasCasa das Rosas Ladrilhos belgas

Ernesto Dias de Castro (1873 - 1955) foi presidente da empresa Dias de Castro S.A. Comercial & Importadora, na Rua Boa Vista em São Paulo, que era a maior importadora de materiais de construção da época. Provalvemente esta empresa importou os ladrilhos belgas da Casa das Rosas e dos outros prédios de autoria de Ramos de Azevedo em São Paulo.

 

Fontes:

Fotos: Marc Storms, dezembro 2014