Você está aqui

Vidros belgas no Palacete Teresa Toledo Lara (SP)

Location: 
R. Quintino Bocaiúva, 22, São Paulo - São Paulo
Palacete Teresa Toledo Lara vidro belga
Tipologia: 

Localizado na Rua Quintino Bocaiúva, o palacete é uma das mais belas obras arquitetônicas da São Paulo antiga. Inaugurado em 1910, o nome do imóvel é uma homenagem a Tereza Toledo Lara, filha do Conde Antônio de Toledo Lara, e que tinha menos de 10 anos de idade quando seu pai construiu o palacete.

Para o projeto desta magnífica construção foi chamado o arquiteto August Fried alemão que executou diversas obras na cidade de São Paulo. 

Com forte inspiração européia em seus traços arquitetônicos, o palacete chama muito a atenção pelos seus inúmeros e variados ornamentos na fachada, como máscaras, estátuas, guirlandas e pináculos. No interior da construção a beleza não fica por menos, com seus encantadores vitrais coloridos belgas, piso hidráulico e um elevador pantográfico. No total são três pavimentos (térreo e dois superiores) e o porão.

O palacete abrigou a primeira loja de instrumento da cidade, Casa Bevilacqua, a editora de música Irmãos Vitale e a rádio Record na época áurea do rádio, chegando a ser conhecido como "A esquina musical de São Paulo". Depois da restauração a  Casa de Francisca mudou-se também para o Palacete Teresa.

Durante uma visita no dia 04 de novembro de 2017, o guía Almiro Dias, arquiteto relacionado ao Refúgios Urbanos, confirmou que os vidros coloridos são de providência belga. Na época, quase todos os vidros - e em especial os coloridas - eram importados da Bélgica.

Palacete Teresa Toledo Lara vidro belga

Foto: Marc Storms

Fontes