Você está aqui

Os vitrais da igreja Dom Bosco (Brasília)

Location: 
Seps 702/902, Lote B, Asa Sul, Brasília - Distrito Federal
Brasilia Igreja Dom Bosco Vitail

O Santuário Dom Bosco, construído em homenagem ao padroeiro de Brasília, São João Belchior Bosco, é uma obra de luz. Suas paredes são formadas por 80 colunas com mais de 15 metros de altura, que se unem no alto em arcos góticos. Entre as estruturas, estão 2,2 mil m² de vitrais. A maioria combina 12 tonalidades de azul com pontilhado branco , que partem de tons claros num suave degradê, até atingirem tons mais escuros. Em cada um dos 4 ângulos do Santuário, uma coluna de vitrais róseos complementa a suavidade do local. Do lado de dentro, a sensação é a de se estar sob um céu estrelado. A combinação róseo-azul cria um ambiente de mistério interior semelhante ao das basílicas orientais.

Brasilia Don Bosco Vitrail Detalhe

Os vitrais foram projetados pelo arquiteto brasileiro, Cláudio Naves, e fabricados em São Paulo pelo artista belga, Hubert Van Doorne.

Mesmo quando o sol se põe e não pode mais azular o interior do Santuário, a iluminação continua sendo o maior atrativo do lugar. No meio do teto, paira um imenso lustre projetado pelo arquiteto brasileiro, Alvimar Moreira, para ser a única iluminação do templo ao escurecer. Os números espantam: são 7.400 pequenas peças de vidro Murano, totalizando 3 mil quilos, 3,5 metros de altura e 5 metros de diâmetro, sob a suspensão de 6 cabos de aço capazes de sustentar 6 toneladas.

Tanta luz ajuda a destacar detalhes como o altar, um bloco maciço de mármore rosa que pesa 10 toneladas. Atrás dele, a imagem é de um Cristo crucificado numa cruz de 8 metros com 4,3 metros de envergadura, que foi esculpida em um único tronco de cedro pelo artista brasileiro da cidade de Treze Tílias-SC, Gotfredo Traller.

Por todo o Santuário Dom Bosco, destacam-se também as obras do artista brasileiro, Gianfrancesco Cerri. São dele um quadro em bronze na pia batismal, a pintura em acrílico no sacrário e os relevos em cobre entalhados em mármore nas 12 portas do templo.  Na fachada principal está representado o sonho de Dom Bosco. Nas laterais, visões missionárias e passagens da vida do Santo.

No todo, as 12 portas, divididas em 3 conjuntos de 4, buscam simbolizar junto ao altar, ao lustre e à iluminação róseo-azul celeste do Santuário, o texto bíblico do Apocalipse sobre a Morada de Deus [Apocalipse 21].

Fonte: http://diasde.com/dia-da-festa-da-ermida-dom-bosco-ultimo-domingo-de-agosto/

Fotos: ?