Você está aqui

Clarabóia no prédio da Secretaria da Agricultura (São Paulo)

Location: 
Pátio do Colégio 148, São Paulo - São Paulo
São Paulo Secretaria da Agricultura Claraboia

A Secretaria da Agricultura (1891-1896), de construção um pouco posterior ao prédio vizinho do Tesouro estadual, é de autoria de Ramos de Azevedo. Hoje abriga a Secretaria da Justiça do Governo do Estado de São Paulo.

Ramos de Azevedo - secretaria da agricultura

Eudes Campos escreve na sua obra magistral "Arquitetura Paulistana sob o Impêrio": "Na época eram ambos considerados de estilo Renascença, mas notava-se que a sede da Secretaria da Agricultura (1891-1896) se filiava à escola alemã, em virtude de, sem dúvida, estarem as colunas de seu antecorpo com o terço inferior diferenciado por uma ornamentação de forte sabor maneirista. Na parte interna, o belo vestíbulo central da tesouraria, de pé-direito duplo e iluminado por uma ampla claraboia, e os recintos decorados com afrescos, dos quais se destacava o salão de honra, cuja decoração original ainda permanece, faziam, conjuntamente com seu admirável exterior, com que esse edifício representasse o marco inicial de uma etapa muito promissora na concepção de prédios administrativos na Capital. Expectativa logo satisfeita com a Secretaria de Agricultura, que, por se tratar do primeiro edifício público paulista da era republicana, não estava isento de uma mais acentuada pompa e mesmo de uma certa ufania celebrativa e exibicionista, facilmente identificável em alguns detalhes de sua decoração."

O pátio interno está coberto por uma clarabóia sustentada por artísticas armações de ferro de origem belga.

Estrutura metalica belga

Estrutura metalica belga

estrutura metalica belgaestrutura metalica belga

O conjunto arquitetônico da Secretaria da Justiça foi tombado pelo Decreto Municipal nº 26.818, de 09 de setenbro de 1988, como integrante do acervo a ser preservado no núcleo histórico do “Pátio do Colégio”.

Fontes:

  • CAMPOS, Eudes. Arquitetura paulistana sob o Império: aspectos da formação da cultura burguesa em São Paulo. 1997. 814f. Tese (Doutorado em Arquitetura) – FAU USP. São Paulo. 4v. (p. 713 - 714)
  • A evolução da casa Paulistana e a arquitetura de Ramos de Azevedo / Maria Amélia Salgado Loureiro. - São Paulo: Voz do Oeste, 1981. p. 54.
Fotos:
  • coloridas: Marc Storms, abril de 2015
  • antigas: São Paulo, artes e etnias / Percival Tirapeli. São Paulo: Editora UNESP, 2007. - ISBN 978-85-7139-725-5. p. 250 (figura 272 do Album "Vues de Sao Paulo" - foto Guilherme Gaensly)