Você está aqui

Ferramentas de Pesquisa

Brasil

Hemeroteca Digital Brasileira da Biblioteca Nacional

Cidade de São Paulo

O blog do Departamento do Patrimônio e Histórico da cidade de São Paulo oferece um manual do pesquisador amador aonde você encontrará as principais fontes de pesquisa para acessar acervos online de diversos jornais, revistas, fotos e mapas antigos, com foco na cidade de São Paulo.

Sistema Municipal de Bibliotecas http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/ 

Camâra Municipal "Centro de Memoria" http://www.camara.sp.gov.br/memoria/ e "Registros das atividades da Câmara Municipal em Atas do período de 1562 a 1903 e a íntegra das Sessões Plenárias em Anais a partir de 1904" http://www.camara.sp.gov.br/memoria/atas-e-anais-da-camara-municipal-2/

Arquivo Histórico de São Paulo Praça Cel. Fernando Prestes, 152 – Luz - Tel. 3396-6000 - 2ª a sábado das 9h às 17h;
arquivohistorico@prefeitura.sp.gov.br melhor agendar a visita!

Sites sobre a migração (belga) ao Brasil

O nosso site oferece diferentes textos sobre a migração de famílias belgas ao Brasil, além das diferentes tentativas de estabelecer colonias belgas no Brasil. 

O Arquivo Nacional possui milhares de documentos sobre estrangeiros no Brasil. O usuário que deseja localizar informações ou até mesmo fazer pesquisas históricas sobre imigração pode recorrer a muitos desses conjuntos documentais custodiados pela instituição. Mais informações em Entrada de estrangeiros ou consultar a base de dados.

Brazil, Rio de Janeiro, Immigration Cards, 1900-1965 https://familysearch.org/search/collection/1932363

Registro de imigrantes em Minas Gerais entre 1888 e 1901.

O banco de dados de Registros de Imigrantes do Estado de Paraná é constituído de 97.727 registros de desembarques no Porto de Paranaguá, entre os anos de 1876 à 1879 e 1885 à 1896. Constam neste  banco de dados, informações provenientes dos livros de registros de desembarque, livros de registros em hospedarias e livros de registros de entrada em núcleos coloniais do Paraná. 

Relação dos imigrantes embarcados entre 1888 e 1965, principalmente em portos europeus, com desembarque previsto no porto de Santos. Infelizmente o sistema não permite buscar pelo nome ou sobrenome, só pelo nome dos navios.

Dados do livro de registro das pessoas que passaram pela Hospedaria de Imigrantes em São Paulo.

O site http://coloniabelga.blogspot.com.br/ contem diferentes posts bem curtos sobre a presença belga no sul do Brasil, mais especificamente em Ilhota (SC), com textos e fotos de descendentes belgas.

O post de Marcel Sasaki com o título “Imigração belga ao Brasil na primeira vinda e na segunda leva” em http://marusasaki.blogspot.com.br/2012/09/pobreza-trouxe-belgas-ao-brasil-na.html , descreve mais extensamente sobre os belgas em Ilhota e a migração para Botucatu, no interior de São Paulo, nos anos 60.

A proposta do site http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/o-raio-x-da-migracao-os-belgas é diferente.  Lá são os visitantes que criam notícias e comentários sobre a migração belga.  Contem informações sobre belgas em Botucatu e Porto Feliz e sobre as famílias Adnet, Colen e Verdoodt.

A migração belga para as mesmas cidades é também mencionada por Swedenborg em http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=847912&page=33 e também Ilhota e Minas com a familia Colen. 

Bélgica

Catalogo da Biblioteca Real (Koninklijke Bibliotheek van België) http://opac.kbr.be/index.php 

BelgicaPress http://opac.kbr.be/belgicapress.php?lang=NL

Como pesquisar informações sobre seus ancestrais vindos da Bélgica 

O Arquivo Nacional da Bélgica (Les archives de l'État en Belgique / Het Rijksarchief in België) oferece uma ferramenta poderosa para buscar nomes de pessoas. Milhares de páginas de registros foram analisadas e os nomes de todas as pessoas mencionadas foram  indexados com  outros dados, por exemplo, o local e a data de nascimento.  São mais de 28.500.000 nomes disponíveis em http://search.arch.be/fr/rechercher-des-personnes ou http://search.arch.be/nl/zoeken-naar-personen

Os artigos da lei belga relativo à proteção da privacidade proíbem colocar à disposição dados de terceiros há menos de 100 anos. Mas parentes podem obter uma cópia das informações que lhes dizem respeito.

Um bom ponto de partida para uma pesquisa genealógica na Bélgica é o site http://nl.geneanet.org/pays/genealogie-voorouders-Belgi%C3%AB-BEL

O site https://familienaam.be/ mostra na mapa da Bélgica os municipalidades onde vivem familiares como o mesmo sobrenome em 1998 ou 2008.

Não só o Arquivo Nacional da Bélgica oferece acesso aos registros históricos. Outras coleções estão disponíveis. Por exemplo: https://familysearch.org/search/collection/list#page=1&countryId=1927071

Agora, para descobrir um endereço ou telefone atual vale a pena tentar o site: http://www.pagesblanches.be/(interface em francês) ou http://www.wittegids.be (interface em holandês) caso esta pessoa tem telefone fixo. O site oferece opção de buscar por nome e dá retorno com endereço e número de telefone.

Português, Brasil