Você está aqui

Edifício Grupo Escolar de Santa Bárbara

Location: 
Av. de Cillo, 67, Santa Bárbara - São Paulo
Van Humbeeck José Santa Bárbara EE
Tombado: 
sim

Instalada em 1905, com projeto do engenheiro-arquiteto belga José Van Humbeeck o edifício de um só pavimento destaca-se pela existência de um pátio interno e pela simetria das plantas das alas reservadas para as seções masculina e a feminina. Durante a primeira década do século XX, o projeto foi reelaborado e adaptado, de acordo com as necessidades específicas.

A escola faz parte do conjunto de prédios projetados por José Van Humbeeck que inclui as escolas de Pindamonganhaba, Caçapava, Itatiba, Santa Bárbara, Bragança e Cajuru. O edifício térreo tem fachada simplificada e acesso central, servido por escadaria. O pátio interno, cercado por gradís de ferro sustentados por pilares, tem acabamento em mabrequim de madeira. Havia também uma galeria com oito salas de aula, que eram divididas entre as alas feminina e masculina.

A escola é hoje conhecida como E.E. José Gabriel de Oliveira.

Van Humbeeck José Santa Bárbara EE

É uma das integrantes de conjunto de 126 escolas públicas construídas pelo Governo do Estado de São Paulo entre 1890 e 1930 que compartilham significados cultural, histórico e arquitetônico. Essas edificações expressam o caráter inovador e modelar das políticas públicas educacionais que, durante a Primeira República, reconheceram como inerente ao papel do Estado a promoção do ensino básico, dito primário, e a formação de professores bem preparados para tal função. Quanto às políticas de construção de obras públicas, são representativas pela estruturação racional de se instalar edificações adequadas ao programa pedagógico por todo o interior e capital do Estado.

Destaca-se a qualidade do conjunto caracterizado pela técnica construtiva simples, consolidando o uso de alvenaria de tijolos e por uma linguagem estilística que simplificou os atributos da tradição clássica acadêmica. A organização espacial era concebida incorporando preceitos e recomendações de higiene, insolação e ventilação previstos na cultura arquitetônica que vinha se firmando desde o século XIX. O programa pedagógico distribuía essencialmente salas de aulas ao longo de eixos de circulação em plantas simétricas. Aos poucos se firmaram em projetos arquitetônicos padronizados que se repetiam com pouca ou nenhuma variação em mais de um município.

Fontes:

Foto: Condephaat

Escolas projetadas por José Van Humbeeck

Escolas projetadas por José Van Humbeeck

1 of 42