Você está aqui

Estrada de ferro de Baturité

Estrada de ferro de Baturité foi a primeira ferrovia do Ceará. Iniciou a operação ferroviária em 1873 com o primeiro trecho de pouco mais de 7 km entre a Estação Central, em Fortaleza e a localidade de Parangaba.

As estações de Mondubim e Maracanaú foram inauguradas em 14 de janeiro de 1875 e a de Pacatuba em 9 de janeiro de 1876. A situação financeira da companhia ficou ruim durante a seca entre 1877 e 1879 e as obras foram paralisadas. O Governo Imperial, através do Decreto no 6.918, de 1 de junho de 1878, assumindo a parte construída da ferrovia e os direitos da Companhia de prolongar os caminhos de ferro até o município de Baturité.

Anglo-Brazilian Times August 9, 1879 Folheando o jornal “The Anglo Brazilian Times” do ano de 1879, lemos a notícia que, em abril de 1879, chegaram com o vapor “Jerome”, cinco pontes metálicas para a Estrada de Ferro Baturité, que ligaria a cidade de Fortaleza com a Serra de Baturité. Estas pontes foram fabricadas pela empresa belga “Société Anonyme das Ateliers de la Dyle” na cidade de Lovaina. A mesma empresa já havia exportado outras 34 pontes para a mesma linha ferroviária.

Algum dos nossos leitores pode informar se estas 39 pontas ainda existem, onde elas estão e nos fornecer fotos? Toda informação é bem-vinda para completar a história do patrimônio belga no Brasil.

Em 1910 a Estrada de Ferro de Baturité foi somada a Estrada de Ferro de Sobral criando a Rede de Viação Cearense.

O Diário Oficial de 5 de julho de 1925 informa nas páginas 14059-14060 o contrato com Soares de Sampaio & Comp., representantes da SA de Travaux Dyle & Bacalan, para o fornecimento de material rodante destinado a diversas estradas de ferro da União. Entre elas a Estrada de Ferro Baturité. O contrato estipulou:

  • Bitola de 1m00: 8 carros de 1° classe, 6 carros de 2° classe, 3 carros correio bagagem e 26 trucks.

Fontehttps://pt.wikipedia.org/wiki/Estrada_de_Ferro_de_Baturit%C3%A9

Texto e pesquisa: Marc Storms

Pontes fabricadas na Bélgica